jusbrasil.com.br
6 de Dezembro de 2021

Plataforma JusBrasil: A melhor Rede Social Jurídica do Brasil

Plataforma JusBrasil: A melhor Rede Social Jurídica do Brasil.


Plataforma JusBrasil: A melhor Rede Social Jurídica do Brasil.

Plataforma JusBrasil: A melhor Rede Social Jurídica do Brasil.


Curitiba, 29 de janeiro de 2018, segunda-feira, 13h48.

Graças a DEUS por mais um dia, Aleluia Jesus Amado.


EXPLANANDO OS MISTÉRIOS DE DEUS, REVELADOS NO JUSBRASIL

Paz do Senhor JESUS CRISTO e de Deus Pai, Senhor de tudo e de todos, que a Graça e o Amor nos sejam multiplicados, em nome de Jesus Cristo. Amém.

A Plataforma JusBrasil tem se mostrado imbatível.

É uma inspiração cibernética a todos que estudam por esta enorme e divina rede de comunicação, em que podemos observá-la como sendo a Maior Rede Social Jurídica do Brasil e, talvez também, do mundo.

Muitas são as notícias divulgadas, os artigos publicados, os modelos e peças processuais articulantes, os comentários construtivos (e outros nem tanto) e as respostas objetivas e denotativas.

Agradecemos a DEUS e a todos os Jusbrasileiros que tem acrescido em tudo que tem produzido e divulgado e absorvido como conhecimento jurídico e geral. Obrigado mesmo. Que DEUS abençoe a todos, em nome do SENHOR JESUS CRISTO. AMÉM E ALELUIA.


Como a JusBrasil busca preencher a lacuna da justiça brasileira

https://conteudo.startse.com.br/startups/isabella/jusbrasil-lawtech-conference/

O maior portal jurídico do mundo tem como objetivo tornar advogados mais acessíveis a população de baixa renda e faze-la entender seus direitos

https://conteudo.startse.com.br/startups/isabella/jusbrasil-lawtech-conference/

Isabella Câmara

Isabella Câmara é repórter do StartSe.

10 de outubro de 2017

"Rafael Costa, fundador da JusBrasil, explicou no LawTech Conference um pouco sobre o funcionamento da startup brasileira. A ideia nasceu a partir da lacuna na justiça do Brasil. De acordo com ele, cerca de 80% da população de baixa renda encontra dificuldade na obtenção de uma representação legal, bem como no acesso à informação. Essa falha gera diversos problemas, entre eles a falta de consciência sobre seus direitos.

A JusBrasil parte da premissa de que se uma sociedade está bem informada sobre seus direitos, ela, consequentemente, está mais próxima da solução jurídica. Para prover informação a essa população carente, a startup busca divulgar conhecimento por meio de sua plataforma de conteúdo jurídico. Buscando ampliar a justiça, leigos e profissionais compartilham gratuitamente informações via artigos, notícias, jurisprudência, legislação e diários oficiais.

Outra solução da JusBrasil é o Diretório de Advogados. Para facilitar a busca por advogados em todo Brasil, a startup promove uma comunicação inicial entre um cidadão e um profissional que saiba revolver o problema, esteja próximo a ele e, principalmente, esteja disposto a atendê-lo.

O impacto social da JusBrasil é imenso. Além de estimular pessoas a se unirem em prol da democratização da informação, a startup deu acesso à justiça para pessoas de baixa renda. De acordo com uma pesquisa interna da JusBrasil, cerca de 44,2% das pessoas que contrataram um advogado por meio da plataforma, pensavam não ter condições de ter um. Atualmente, a plataforma conta com cerca de 20 milhões de usuários por mês e aproximadamente 1 milhão de pessoas conectadas com advogados por ano.

A JusBrasil foi fundada em 2008 e é uma das principais startups brasileiras. Sua estratégia de monetização é oferecer serviços pagos, como um alerta que envia notificações sobre processos a partir de Keywords, CPF ou CNPJ, busca por citações em peças jurídicas similares, entre outras ferramentas.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!"

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com

Receba o melhor do nosso conteúdo para te ajudar

Tags

JusbrasilLawtechLawtech Conference

Copyright © StartSe 2014-2017

São Paulo / São Francisco, EUA

Focus Retriever

1

Shares

LinkedIn 1 Facebook WhatsApp Twitter Email


Por que o Founders Fund investiu no Jusbrasil

https://medium.com/javiermardones/o-monop%C3%B3lio-do-jusbrasil-368139904bcc

Homepage

javiermardones

Follow

Sign inGet started

Go to the profile of Javier Mardones

Javier Mardones Follow

Jul 23, 2017

Por que o Founders Fund investiu no Jusbrasil

JusBrasil

"Nesse artigo será discutido o monopólio da startup jurídica Jusbrasil. A análise será baseada no livro Zero to One: Notes on Startups, or How to Build the Future, de Peter Thiel.

O Jusbrasil foi fundado em 2008, inicialmente como um buscador de informações jurídicas, e hoje é a maior plataforma de conexão entre advogados e clientes no Brasil.

Ano passando, juntamente com a fintech Nubank, recebeu investimento do renomado Founders Fund, que tem no seu portifólio empresas como SpaceXe Palantir, e que somente investe em empresas com capacidade de monopolizarem seus respectivos mercados.

A análise a seguir baseia-se nos quatro elementos de um monopólio, presentes no livro Zero To One:

Tecnologia
Efeito de Rede
Escala
Marca

Tecnologia

A característica principal de um monopólio é possuir uma tecnologia pelo menos 10 vezes melhor do que os seus competidores.

Considere o Google por exemplo: é o maior buscador do mundo porque possui o melhor algoritmo. Isso soa óbvio até pensarmos por que empresas igualmente ricas e capazes, como a Microsoft, não conseguem criar um buscador tão bom ou melhor.

Em conjunto com a tecnologia, é preciso que a principal função do produto seja facilmente acessível e executável: de que adianta possuir o melhor algoritmo do mundo se o usuário tem dificuldade em realizar buscas?

Portanto, facilitar a principal transação do produto é igualmente importante à tecnologia utilizada.

O Jusbrasil permite que o usuário execute com especificidade e facilidade sua principal função: conectar advogados com potenciais clientes, como pode-se visualizar na sequência abaixo:

Logo após é feito um questionário a respeito da situação do cliente e um espaço para considerações finais, reproduzido abaixo:

Ao especificar dessa maneira a busca por um advogado, a plataforma consegue realizar buscas mais específicas, com uma maior probabilidade de sucesso e à um custo menor, cumprindo, portanto, a função mais importante de qualquer plataforma: diminuir o custo de transação de uma operação.

No caso da contratação de um advogado, podemos considerar três custos de transação que são resolvidos pela plataforma:

  1. Busca

Especificando o seu problema, a sua busca se torna rápida e o seu problema tem uma chance maior de ser resolvido.

2. Acordo

Ao enviar seu problema, alguns advogados irão entrar em contato com para saber mais sobre o seu caso e como podem ajudá-lo. Isso significa que você avaliará de forma rápida várias opções, tornando o seu processo de decisão mais rápido e facilitando um acordo com um dos advogados, o que iria demorar mais caso você procurasse um advogado de cada vez.

3. Cumprimento do acordo

Uma vez que as duas partes utilizaram a plataforma para chegar até essa etapa e provavelmente possuem em utilizar a plataforma novamente, não faz sentido descumprir o acordo inicialmente proposto, uma vez que isso acarretaria prejuízo para duas partes: o advogado seria mal avaliado na plataforma e o cliente poderia se prejudicar no processo.

Plataforma de Troca & Plataforma de Conteúdo

Do ponto de vista da conexão entre advogados e clientes, podemos considerar a startup como uma Plataforma de Troca, uma vez que permite a realização de uma prestação de serviço. No entanto, como pode-se ver na opção à esquerda da página principal, a plataforma disponibiliza várias informações jurídicas, sendo que parte dela é produzida pelos próprios usuários, o que também a torna uma Plataforma de Conteúdo, consolidando ainda mais o seu monopólio no setor.

A produção de conteúdo de qualidade é um dos aspectos mais impactam no SEO e, caso você busque por conteúdos jurídicos no Google, o Jusbrasil será um dos primeiros nos resultados.

De acordo com o site SimilarWeb, o tráfego mensal do Jusbrasil é de 18,60 milhões de visitas:

Fonte: SimilarWeb

Sendo que 84,12% do tráfego da provêm buscas e que 99,90% dessas buscas são orgânicas:

Fonte: SimilarWeb

Fonte: SimilarWeb

Explorando ainda mais o papel do marketing de conteúdo na plataforma, as 5 palavras-chaves que mais resultam em tráfego orgânico para o site são relacionadas ao conteúdo disponibilizado:

O interessante é que apesar de 75% dos advogados do Brasil terem perfil na plataforma, a palavra-chave “advogado online” ou qualquer outra relacionada, não consta entre as cinco orgânicas principais e sim entre as cinco principais pagas:

Isso ocorre porque a primeira inovação do Jusbrasil foi justamente disponibilizar informações jurídicas que não eram rastreadas pelo Google.

Conforme artigo publicado no site DRAFT, foram os programadores da plataforma que criaram um algoritmo para buscar esse conteúdo não indexado, disponível apenas nos sites de tribunais, e direcionar os links que apareciam no Google para o site, um “growth hack” similar ao utilizado pelo Airbnb com a Craiglist.

Apesar de não ser a principal função da plataforma, o marketing de conteúdo continua desempenhando papel importante na plataforma, uma vez que tráfego orgânico diminui o Custo de Aquisição por Cliente (CAC) , aumentando o seu Lifetime value (LTV) e, consequentemente, o seu lucro no longo prazo.

Além desses elementos, a startup possui um serviço de alerta, que pode ser utilizado por pessoas e empresas, para receberem informações sobre seus nomes.

Ao adicionar novas funcionalidades à plataforma, a startup entra em áreas relacionadas ao seu negócio principal e consolida-se cada vez mais como um portal único de informações jurídicas."

"A próxima característica a ser analisada será o Efeito de Rede, responsável por tornar qualquer plataforma mais valiosa a medida que novos usuários são adicionados.

Efeito de Rede

Efeito de rede ocorre quando um produto ou serviço se torna mais valioso a medida que várias pessoas o utilizam.

Redes sociais, como Twitter e Facebook, são exemplos de plataformas que se tornam mais valiosas a medida que novos usuários se cadastram, no entanto possuem características diferentes: no Facebook as conexões são bidirecionais, ou seja, você adiciona uma pessoa e você tem acesso às informações dela caso ela aceite (na maioria das vezes). Por outro lado, no Twitter, é possível seguir várias pessoas sem que essa pessoa siga você e vice-versa, o que resulta em conexões assimétricas: é possível ter vários seguidores sem seguir ninguém.

No Jusbrasil, o Efeito de Rede ocorre quando novas perguntas são realizadas e quando um profissional segue outro dentro da plataforma. Considerando a definição exposta acima, podemos considerar que as conexões são unidirecionais, uma vez que vários advogados podem responder a mesma pergunta e o processo de conexão dentro da rede ocorre de forma similar ao Twitter.

Outra característica importante do Efeito de Rede é se a plataforma possui utilidade para somente um usuário ou não. Essa característica é visível nos programas de comunicação: não há sentido em usar WhatsApp se você não possui nenhum contato, tornando o produto valioso se e somente se pelo menos duas pessoas o utilizarem para comunicar.

Considerando a função principal da plataforma a conexão entre advogados e clientes, a plataforma precisa de mais de um usuário. No entanto, essa não é a única função da plataforma, já que é possível acessar um vasto conteúdo jurídico e assinar um serviço de alertas, tornando assim a plataforma útil para somente um usuário.

Finalizando a análise do Efeito de Rede, há a estratégia de crescimento adotada pela empresa, que começou oferecendo um conteúdo jurídico exclusivo para qualquer pessoa (antes disponível somente para pessoas da área), depois criou a possibilidade dos usuários escreverem conteúdo relevante para o site e só depois criou a plataforma para advogados e clientes se conectarem, ou seja, começou sendo útil para somente um usuário para depois passar para um modelo mais difícil e complexo de crescimento, que depende da adesão de novos usuários e da continuidade dos antigos.

Essa estratégia de começar monopolizando um pequeno mercado para depois escalar, foi adotada pelo PayPal, Facebook e Airbnb, e está detalhada no livro Zero To One.


A próxima característica analisada será a capacidade de Escalar da plataforma.

Escala

A terceira característica de um monopólio é a capacidade de escalar, permitindo um crescimento exponencial ao invés de linear.

A capacidade de escalar do Jusbrasil fica visível nos dados citados, novamente, no artigo da Draft:

  • 1 milhão de acessos diários
  • 1 bilhão de documentos indexados
  • 548 mil advogados cadastrados
  • R$ 1 bilhão em negócios por ano
  • 500 mil conexões anuais entre advogados e clientes

Como já foi citado, a plataforma permite conexões unilaterais e oferece mais de um serviço, não tendo as limitações de um negócio linear e, portanto, escalando de forma rápida.


A próxima e última característica que será discutida é a Marca.

Marca

“Your brand is what people say about you when you are not in the room.” Jeff Bezos

Conforme explicado no livro Zero To One, uma marca forte é essencial para a consolidação do monopólio de uma startup: a Apple é imediatamente associada à produtos com um design, hardware e software excelentes e a Amazon ao preço baixo e excelente atendimento ao cliente.

Obviamente, somente a marca não basta: é preciso ter todas as três qualidades citadas anteriormente para que a marca tenha relevância.

No caso do Jusbrasil, eu associo à plataforma à informações jurídicas de qualidade, uma vez que já resolvi dois problemas utilizando as jurisprudências disponibilizadas gratuitamente no site. Para alguém que utilize a plataforma para se conectar com advogados, provavelmente a associação será em relação à eficiência da plataforma em realizar o processo.


Observações

Ao utilizar o livro Zero To One para realizar essa análise, considerei o fato de o autor, Peter Thiel, ser um dos fundadores do Founders Fund, buscando assim entender um pouco o processo de análise do fundo.

As entrevistas com Brian Singerman e Kevin Hartz, ambos parceiros no Founders Fund, no podcast Twenty Minutes VC, também serviram de base para essa análise."

Considerações finais

"Primeiro, agradeço a você por ler até o final.

Segundo, parabenizo à toda equipe Jusbrasil pelo excelente produto que estão desenvolvendo e desejo sucesso à todos nessa jornada. =]"

Links:

Zero to One: Notes on Startups, or How to Build the Future — Peter Thiel

Twenty Minutes VC

A Jusbrasil é uma startup jurídica. Mas primeiro veio a comunidade e, só depois, o modelo de negócios

Founders Fund

All about Network Effects

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.

7

  • Follow

    Go to the profile of Javier Mardones

    Javier Mardones

  • Follow

    javiermardones

    javiermardones

    Mardones Thoughts

  • More from javiermardones

    Por que o monopólio do Uber é ameaçado pelos carros autônomos

    Go to the profile of Javier Mardones

    Javier Mardones

    3

    Also tagged Monopoly

    So Mr. Pai says these “archaic rules from 70 years ago” are what is holding back investment.

    The argument reminds me of the one made by Bill Clinton in 1996, when he argued that because of the internet, we didn’t need those “archaic…

    Go to the profile of Jack Albrecht

    Jack Albrecht

    4

    Also tagged Founders Fund

    Peter Thiel’s is Holding Millions of Dollars in Bitcoin | Bitcoin News | Coindelite

    Go to the profile of Coindelite

    Coindelite

    2

    Responses

    Write a response…

    • 7

    javiermardones

    Never miss a story from javiermardones, when you sign up for Medium. Learn more


    #1 NEW YORK TIMES BESTSELLER

    https://www.amazon.com.br/Zero-One-Notes-Startups-Future-ebook/dp/B00J6YBOFQ/ref=sr_1_2?s=digital-te....

    If you want to build a better future, you must believe in secrets.

    The great secret of our time is that there are still uncharted frontiers to explore and new inventions to create. In Zero to One, legendary entrepreneur and investor Peter Thiel shows how we can find singular ways to create those new things.

    Thiel begins with the contrarian premise that we live in an age of technological stagnation, even if we’re too distracted by shiny mobile devices to notice. Information technology has improved rapidly, but there is no reason why progress should be limited to computers or Silicon Valley. Progress can be achieved in any industry or area of business. It comes from the most important skill that every leader must master: learning to think for yourself.

    Doing what someone else already knows how to do takes the world from 1 to n, adding more of something familiar. But when you do something new, you go from 0 to 1. The next Bill Gates will not build an operating system. The next Larry Page or Sergey Brin won’t make a search engine. Tomorrow’s champions will not win by competing ruthlessly in today’s marketplace. They will escape competition altogether, because their businesses will be unique.

    Zero to One presents at once an optimistic view of the future of progress in America and a new way of thinking about innovation: it starts by learning to ask the questions that lead you to find value in unexpected places.


    # 1 NEW YORK TIMES BESTSELLER ]

    https://www.google.com.br/search?q=tradutor&oq=tradutor&aqs=chrome..69i57j69i60l2j69i61j69i6...

    Se você quiser construir um futuro melhor, você deve acreditar nos segredos. O grande segredo do nosso tempo é que ainda há fronteiras inexploradas para explorar e novas invenções para criar. Em Zero to One, o empresário e investidor lendário Peter Thiel mostra como podemos encontrar maneiras singulares de criar essas coisas novas. Thiel começa com a premissa contraria de que vivemos em uma era de estagnação tecnológica, mesmo que estejamos muito distraídos por dispositivos móveis brilhantes para perceber. A tecnologia da informação melhorou rapidamente, mas não há nenhuma razão pela qual o progresso deve ser limitado aos computadores ou ao Vale do Silício. O progresso pode ser alcançado em qualquer setor ou área de negócios. Ele vem da habilidade mais importante que cada líder deve dominar: aprender a pensar por si mesmo. Fazer o que alguém mais sabe fazer faz do mundo de 1 a n, adicionando mais algo familiar. Mas quando você faz algo novo, você vai de 0 a 1. O próximo Bill Gates não irá construir um sistema operacional. A próxima Larry Page ou Sergey Brin não vai fazer um motor de busca. Os campeões de amanhã não ganharão concorrendo implacavelmente no mercado de hoje. Eles vão escapar da concorrência, porque seus negócios serão únicos. O Zero to One apresenta de uma vez uma visão otimista do futuro do progresso na América e uma nova maneira de pensar sobre a inovação: começa por aprender a fazer as perguntas que o levam a encontrar valor em lugares inesperados.


    NOTA OFICIAL DE PAZ AOS LEITORES E LEITORAS DO JUSBRASIL

    Paz e Graça de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo a todos.

    Quero aproveitar este artigo conjuntural (pois une diversas publicações de diversos sites distintos) e fazer esse adendo de agradecimento.

    Não sei como expressar a imensa satisfação, gratidão e alegria no Espírito Santo, ao ler Mensagens a mim direcionadas e Notificação Jusbrasilenses, em que enaltece todo o trabalho e serviço prestado em prol do povo e dos especialistas dentre a população e, principalmente, aos juristas e filhos de DEUS, que guardam a lei de DEUS e dos homens e as observam de dia e de noite, pois esses são e serão como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará (Salmos 1:3).

    DEUS sabe quanto eu me esforço tanto para divulgar todo o conhecimento jurídico que nós adquirimos na Universidade, em específico na faculdade de Direito do Centro Universitário Curitiba (UNICURITIBA), nos estágios da vida (escritórios, URBS, Defensoria Pública, Procuradorias, Ministério Público, Tribunal de Justiça, e outros dentre tantos), nos fóruns, nas varas, nos tribunais, nos demais órgãos públicos e, principalmente e não menos ou mais importante: na rede mundial de computadores (Internet, ou melhor, Google Chrome). Esta plataforma JUSBRASIL é a melhor rede social jurídica que existe.

    Agradeço a DEUS (Pai, Filho e Espírito Santo) e a ti, Prezado e Amado Leitor (a), por confiar e acreditar no meu trabalho e por divulgar material inspirador e edificante. Agradeço por observar todo suor, sangue e lágrimas que tenho derramado na Presença de DEUS, em orações, preces, intercessões, e como forma de artigos, comentários, notícias, modelo de peças e respostas entusiasmadas. Obrigado pelo esforço e bom ânimo. Você, sim leitor, me inspira a escrever mais e mais para divulgar material jurídico e conhecimento do Grande Rei do Universo, o DEUS Todo-Poderoso, Aquele que está Assentado sobre o Trono, o Altíssimo e Fiel, SENHOR DEUS YHWH DOS EXÉRCITOS e O CORDEIRO DE DEUS COM ESPÍRITO SANTO DO SENHOR.

    Como sabem o que penso por ter divulgado:

    A Plataforma JusBrasil tem se mostrado imbatível.

    É uma inspiração cibernética a todos que estudam por esta enorme e divina rede de comunicação, em que podemos observá-la como sendo a Maior Rede Social Jurídica do Brasil e, talvez também, do mundo.

    Muitas são as notícias divulgadas, os artigos publicados, os modelos e peças processuais articulantes, os comentários construtivos (e outros nem tanto) e as respostas objetivas e denotativas.

    Talvez não existam palavras suficientes e significativas para expressar a gratidão que tenho ao jusbrasil, com dedicação e árdua justiça e retido merecimento. Afinal esse portal jurídico nos tem sido de valor inestimável.

    Apenas podemos nos manifestar através de limitadas palavras, e com elas prestar este humilde, mas sincero, agradecimento ao jusbrasil e a todos os fiéis leitores da plataforma, aos colegas da profissão jurídica e também de outras tantas outras profissões afins e equidistantes, e aos moderados que tanto nos ajudam.

    Há quase 2 anos tornei-me parte dos autores ‘novatos’ na plataforma e, de lá pra cá, minhas publicações já lograram alcançar cerca de 50.000 visualizações, pra Glória de DEUS, o que mostra a força desta startap jurídica e da permissão do Rei JESUS CRISTO.

    Agradeço especialmente aos atuais 93 seguidores (as) e também aos (às) futuros (as) que acreditam e curtem assiduamente no trabalho.

    Agradecimento especial também ao autor, comentarista e colega Dr. Renan Karas, Ms. Lucas Pereira, Pastor Airton Silva, Dr. Sucemir Weng, irmão Dr. Douglas Barbosa, Dr. Kayque Giorgy, Dra. Ana Lomba, Dra. Patrícia Siqueira, Dr. Tiago Zimer, Dr. Igor Andrekownski, Dr. Gabriel , Dra. Gabriela, Dra. Sabrina, Dra. Maysa Martiminiano, Empresário Valtair Rossi, Moacir Sampaio, Carlos Sucha, Jairo Sucha, Flávio Barboza, Joel Alves, Alaor Cristão, Acyr Crente, Blade Marco, Eder Maromba, pela inspiração, confiança, e satisfação. Também ao Silvio Alexandre Porto pelos comentários intensos e participativos. Em nome de JESUS CRISTO, estendemos agradecimento especial a todos os colegas autores a quem nutrimos imenso carinho e apreço.

    Muito obrigado!

    Agradecemos a DEUS e a todos os Jusbrasileiros que tem acrescido em tudo que tem produzido e divulgado e absorvido como conhecimento jurídico e geral, pelo crescimento na Graça e no Conhecimento de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Obrigado mesmo. Digo isto a todos (as) os (as) leitores (as), a equipe do JusBrasil e colaboradores (as), juristas, operadores (as) do direito, magistrados (as), advogados (as), estudantes de direito e outros cursos de graduação de áreas afins e até aos distantes, estagiários (as) de direito e os de assuntos gerais, membros do Ministério Público e Órgãos Estatais do Poder Judiciário, Legislativo e Executivo; publicadores (as), editores (as), noticiadores (as), jornalistas, blogueiros (as), Facebookeiros (as), Youtubers, Xigluteiros (as), Twitteros (as), interneteiros (as), e aos geeks de plantão.

    Que DEUS abençoe a todos, liberte, salve, cure, opere milagres, sinais e maravilhas, em nome do SENHOR JESUS CRISTO. AMÉM E ALELUIA.

    Com todo o carinho de coração eu lhes agradeço.


    Portal Atualidades do Direito firma parceria com o JusBrasil

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/artigos/136290482/portal-atualidades-do-direito-firma-parceria-co...

    Saiba mais sobre a parceria entre o JusBrasil e o Atualidades do Direito

    RECOMENDADO65COMENTAR

    11

    Jusbrasil

    Publicado por Jusbrasil

    há 3 anos

    41 visualizações

    Quem são os novos autores?

    Os novos autores são integrantes do Portal Atualidades do Direito, organizado pelos professores Luiz Flávio Gomes e Alice Bianchini. No AD, cada autor mantinha seu próprio blog com publicações sobre as novidades do universo jurídico.

    A partir de agora esses autores integram oficialmente a nossa comunidade, com seus perfis e publicações na plataforma JusBrasil.

    Esta parceria traz à comunidade JusBrasileira a vantagem de ter acesso a mais conteúdo de qualidade, produzido por grandes nomes do Direito, como Luiz Flávio Gomes, Alice Bianchini, Flávio Tartuce, Léo Rosa, William Douglas, Eduardo Cabette, Ivan Luís Marques, Paulo Queiroz, Eudes Quintino, Luciano Alves Rossato, Auriney Brito, Rômulo de Andrade Moreira, Vitor Guglinski e muitos outros.

    Acompanhe, siga os autores e suas publicações. Junte-se a nós

    Conheça os autores, acesse a página de lançamento através do link atualidadesdodireito.jusbrasil.com.br ou clique no botão abaixo:

    Jusbrasil

    Jusbrasil

    O Jusbrasil é a maior comunidade jurídica do mundo. Coletamos, organizamos e compartilhamos o conhecimento que todos nós precisamos! Conecte-se com os milhares de profissionais que já são membros da Comunidade Jusbrasil. Você também pode agregar conhecimento jurídico e profissional ao país. Deixe comentários construtivos, compartilhe e publique conteúdo jurídico de qualidade.

    105

    PUBLICAÇÕES

    235K

    SEGUIDORES


    Termos de uso do Jusbrasil

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/artigos/111825898/termos-de-uso-do-jusbrasil

    RECOMENDADO35 COMENTAR

    146

    Jusbrasil

    Publicado por Jusbrasil

    há 4 anos

    95,6K visualizações

    Termos de Uso da Plataforma Jusbrasil

    Última atualização: 08/01/2017

    INTRODUÇÃO

    1. O Jusbrasil é uma plataforma de comunicação que facilita a busca por conteúdo jurídico informativo e fornece ferramentas que auxiliam e dinamizam o dia a dia dos operadores do direito. A missão do Jusbrasil é informar e aproximar a sociedade ao direito, ampliando o acesso à justiça.

    2. Os serviços do Jusbrasil são fornecidos pela pessoa jurídica de direito privado com a seguinte Razão Social: GOSHME SOLUÇÕES PARA INTERNET LTDA. CNPJ: 07.112.529/0001­46, simplesmente denominada “Jusbrasil”.

    3. O presente Termo de Uso estabelece obrigações contratadas de livre e espontânea vontade, por tempo indeterminado, entre o Jusbrasil e as pessoas físicas ou jurídicas, assinantes ou não assinantes.

    4. A aceitação do presente instrumento é imprescindível para o acesso e para a utilização de quaisquer serviços fornecidos pelo Jusbrasil. Caso não concorde com as disposições deste instrumento, o usuário não deve utilizá-los.

    5. As cláusulas ou itens descritos no presente instrumento poderão sofrer alterações, unilateralmente e a qualquer tempo, por parte do Jusbrasil, para adequar ou modificar os serviços, bem como para atender novas exigências legais. As alterações serão veiculadas pelo sitewww.jusbrasil.com.br e o usuário sempre poderá optar por aceitar o novo conteúdo ou por cancelar o uso dos serviços ora descritos, caso seja assinante de algum serviço.

    6. O usuário declara estar ciente de que o Jusbrasil pode, a qualquer tempo e unilateralmente, e sem qualquer aviso prévio, deixar de fornecer os serviços, alterar suas características para si ou à generalidade dos utilizadores, bem como criar restrições para o uso ou acesso aos serviços.

    7. O Jusbrasil não participa de qualquer prática de venda ou troca de informações pessoais com terceiros. Seus dados não serão compartilhados com outros sites e só serão divulgados e utilizados, quando for necessário, para a realização dos nossos serviços.

    8. O Jusbrasil pode desenvolver uma ou mais de uma API que possibilitem a interação de aplicações com os nossos serviços. Caso isso ocorra, a utilização dos serviços do Jusbrasil através das APIs também se submeterá às disposições deste instrumento e de outros termos e políticas do Jusbrasil.

    DA REDE JURÍDICA E DO CONTEÚDO VEICULADO

    1. O Jusbrasil oferece uma plataforma de comunicação e veiculação de conteúdo jurídico ou que tenha alguma relação com o mundo jurídico. O conteúdo divulgado pelo Jusbrasil possui um teor exclusivamente ilustrativo, educacional e informativo.

    2. Qualquer cidadão pode se cadastrar gratuitamente e fazer publicações, desde que esse conteúdo seja estritamente informativo e que agregue valor instrutivo à comunidade jurídica da plataforma como um todo.

    3. É proibida a publicação de quaisquer documentos (artigos, vídeos, etc.), por parte de qualquer usuário, que incitem a captação ilegal de causas ou clientes; ou que tenham finalidade de promoção pessoal ou profissional, em respeito à Lei Federal nº 8.906/94 e aos regramentos da OAB.

    4. O Jusbrasil não produz nenhum tipo de conteúdo ou informação, tampouco contrata ou emprega qualquer pessoa ou organização para este fim. As informações eventualmente disponíveis no serviço Jusbrasil são extraídas automaticamente de diversas fontes na internet ou são publicadas no portal por seus usuários, que não mantêm qualquer espécie de vínculo com o Jusbrasil.

    5. Ao enviar, publicar ou exibir qualquer conteúdo através da plataforma (artigos, notícias, modelos e peças, etc.), o usuário concede ao Jusbrasil uma licença mundial, não exclusiva, isenta de royalties (com o direito de sublicenciar) para usar, copiar, reproduzir, processar, adaptar, modificar, publicar, transmitir, exibir e distribuir tal conteúdo em todos e quaisquer meios ou métodos de distribuição (agora conhecidos ou posteriormente desenvolvidos).

    6. O Jusbrasil pode modificar ou adaptar o conteúdo disponibilizado pelo usuário a fim de transmitir, exibir ou distribuí-lo através de redes informáticas e em várias mídias e/ou fazer alterações ao conteúdo tal como necessário para conformá-lo e adaptá-lo a todos os requisitos ou limitações de quaisquer redes, aparelhos, serviços ou mídia.

    7. O Jusbrasil pode reservar, nas páginas do conteúdos veiculados, espaços para anúncios publicitários, preservando a integridade e visibilidade do conteúdo jurídico.

    8. O usuário também garante e concorda que não tem e não vai contribuir com qualquer conteúdo que: (i) viole ou interfira com quaisquer direitos autorais ou marca registrada de outra parte; (ii) revele qualquer segredo comercial, a menos que o segredo comercial pertença ao usuário ou se ele tiver a permissão do proprietário para divulgá-las; (iii) viole qualquer direito de propriedade intelectual de outro ou os direitos de privacidade ou publicidade de terceiros; (iv) seja calunioso, difamatório, abusivo, ameaçador, ofensivo, odioso, ou que viole qualquer lei ou direito de terceiros; (v) crie a impressão de que você sabe que está errado ou enganoso, inclusive por outros, personificando ou desvirtuando a sua afiliação com uma pessoa ou entidade; (vi) contenha informações privadas de outras pessoas ou pessoalmente identificáveis sem sua expressa autorização e permissão; (vii) contenha links para vírus, cavalo de tróia, worm, bomba relógio ou outro mecanismo que se destina a danificar, interferir, interceptar ou expropriar qualquer sistema, dado ou informação; (viii) não esteja em conformidade com outros ditames destes termos de uso do Jusbrasil, bem como com sua Política de Gentileza.

    9. O Jusbrasil se reserva o direito de, a seu critério, remover ou se recusar a distribuir qualquer conteúdo da plataforma, suspender ou encerrar a conta do usuário a qualquer momento ou buscar qualquer outra solução que lhe seja disponível ou conveniente.

    10. Todo conteúdo, seja ele veiculado publicamente ou transmitido privativamente, é de exclusiva responsabilidade da pessoa que originou ou publicou tal conteúdo. O Jusbrasil não pode e nem irá monitorar ou controlar todo o conteúdo disponibilizado através dos seus serviços.

    11. O uso de qualquer conteúdo publicado ou obtido através do serviço é de responsabilidade e risco do usuário. O Jusbrasil não respalda, apoia, nem garante a integridade, veracidade, precisão ou confiabilidade de qualquer conteúdo postado por meio do serviço.

    12. O Jusbrasil não endossa quaisquer opiniões expressadas por meio do serviço. O usuário entende que, ao utilizar o serviço, poderá ser exposto a um conteúdo que julgue como ofensivo, prejudicial, impreciso ou inapropriado. Sob nenhuma circunstância, o Jusbrasil será responsabilizado por qualquer conteúdo desse tipo ou por qualquer perda ou dano de tipos incorridos como resultado do uso de qualquer conteúdo disponibilizado por meio dos serviços.

    13. O usuário é responsável pela utilização do serviço, por qualquer conteúdo fornecido e por todas as consequências oriundas da sua utilização, incluindo o uso do seu conteúdo por outros usuários e terceiros.

    14. O Jusbrasil também se reserva o direito de acessar, ler, preservar e divulgar qualquer informação considerada necessária para: (i) satisfazer qualquer lei, regulamento, processo legal ou solicitação do poder público; (ii) fazer cumprir os Termos, incluindo a investigação de potenciais violações deste documento;(iii) detectar, impedir ou, de outra forma, endereçar fraude, segurança ou questões técnicas; (iv) responder às solicitações de suporte ao usuário, ou; (v) proteger os direitos, propriedade ou segurança do Jusbrasil, seus usuários e o público.

    DOS SERVIÇOS PRESTADOS

    A. O Jusbrasil oferece dois pacotes de serviços: o "Jusbrasil PRO" e o "Jusbrasil PLUS". b. Ambos os pacotes ainda estão em fase BETA e, portanto, apenas disponíveis para algumas regiões e/ou usuários específicos espalhados pelo país; c. Após a fase de teste, haverá uma migração de todos os usuários para o serviço que melhor se adeque as suas necessidades; d. Essa migração está prevista para ser realizada em janeiro de 2018, mas pode sofrer alterações caso haja algum atraso com relação a correção de bugs, alerta de sobrecarregamento do servidor, etc. e. Cada um desses serviços possuem planos específicos que podem variar a depender do uso de cada funcionalidade.

    A seguir, há um detalhamento de todas as funcionalidades que serão fornecidas.

    1. Jusbrasil Alertas

    O “Jusbrasil Alertas” é um serviço de notificação que propicia, por parte do usuário, o monitoramento de qualquer informação que seja veiculada dentro do Jusbrasil. Apesar de ser uma ferramenta que atenda a todos os cidadãos, ela foi idealizada com o propósito de dinamizar, organizar e atualizar o diaadia do advogado e de outros operadores do direito. Considerações:

    A. As informações disponibilizadas mediante “Jusbrasil Alertas” têm caráter meramente informativo; b. O serviço pode monitorar qualquer documento do Jusbrasil a partir do nome de uma pessoa física, nome de uma pessoa jurídica, nome de um advogado, número da OAB, números de processos, legislação, etc; c. O usuário pode escolher quais tipos de documentos quer monitorar: artigos, notícias, jurisprudência, diários, legislação, modelos e peças e/ou vídeos; d. Os resultados se limitam aos casos em que os sistemas automatizados de busca encontram termos compatíveis na exata grafia fornecida pelo usuário; e. O usuário também poderá informar parâmetros de exclusão de busca, ou seja, termos de busca que o sistema do “Jusbrasil Alertas” não deverá incluir entre os resultados de busca; f. As ocorrências de resultados positivos das pesquisas serão encaminhadas diariamente ao usuário através de notificações dentro da própria plataforma Jusbrasil; g. Também poderá receber mensagens eletrônicas por e-mail, informado pelo usuário no momento do cadastro. A frequência de envio das mensagens poderá ser indicada pelo próprio usuário, que escolherá dentre as opções: (I) imediatamente, que envia as mensagens assim que o resultado da busca é obtido; (II) diariamente, que envia as mensagens somente uma vez por dia; (III) semanalmente, que envia as mensagens somente uma vez por semana; (IV) silencioso, que desativa o envio de mensagens por e-mail; h. Caso o órgão público responsável pela publicação no Diário Oficial não a fizer ou, ainda, a fizer com atraso; ou, se o acesso a tais dados se tornar impossível em razão de qualquer dificuldade técnica e o usuário não receber as atualizações do conteúdo desejado, não haverá o que se falar quanto a responsabilidade do Jusbrasil por este fato, estando este, desde já, isento da necessidade de reparar qualquer dano que possa resultar da indisponibilidade dessa informação; i. O envio das notificações pelo sistema do Alertas fica condicionado aos horários de disponibilização das fontes responsáveis pela informação; j. No caso de informações extraídas de Diários Oficiais o usuário deve observar, ainda, os dias úteis, feriados, bem como quaisquer outros motivos para eventual suspensão das atividades forenses dos respectivos órgãos responsáveis pela publicação do conteúdo. Desta forma, não há horário específico para envio das notificações para o usuário do Alertas; k. O usuário declara ciência de que o envio das notificações através do Alertas está condicionado a atrasos correspondentes ao período entre a disponibilização da informação e o disparo das notificações. Desta forma, as notificações não serão enviadas de forma imediata ou instantânea após a disponibilização da informação no portal Jusbrasil; l. O usuário pode organizar suas notificações em pastas para facilitar o seu estudo ou trabalho; m. O serviço prestado pelo “Jusbrasil Alertas” não isenta o usuário, para os devidos fins processuais, de verificar as informações junto ao órgão oficial que as produziu, uma vez que muitas informações contidas no portal são oriundas de sítios de outros órgãos; n. Sob nenhuma hipótese serão prestados esclarecimentos acerca do conteúdo de quaisquer publicações oficiais disponibilizadas através do “Jusbrasil Alertas”, visto que tais informações são oriundas dos Diários Oficiais produzidos por órgãos públicos; o. O usuário declara estar ciente de que o sistema que viabiliza o adequado funcionamento do “Jusbrasil Alertas” baseia-se na aproximação das palavras. Desta forma, é possível que alguns termos de busca definidos pelo usuário possam eventualmente ensejar o envio de informação que não sejam de seu interesse, incluindo, mas não se limitando, a ocorrência de homônimos, erros de grafia, etc. Caso tal quadro venha a acontecer, o usuário deve simplesmente ignorar a publicação, já que tal situação é uma providência de segurança do sistema. p. O Jusbrasil não presta e jamais prestará quaisquer serviços de assessoria e/ou consultoria jurídica oriunda de algum monitoramento do Alertas, atividades estas privativas dos advogados; q. Àqueles que, por acaso, tiverem alguma dúvida através de uma notificação do “Alertas”, deverão procurar um advogado, caso desejem uma assessoria ou consultoria jurídica; r. As informações extraídas dos Diários Oficiais e disponibilizadas através do “Jusbrasil Alertas” são produzidas e publicadas por órgãos da administração pública, portanto são públicas por essência. O Jusbrasil não produz, edita, modifica, altera ou mantém qualquer tipo de ingerência editorial ou de curadoria sobre o conteúdo dos diários oficiais que disponibiliza. Todo o procedimento de extrair e disponibilizar a informação é feita por meio de sistemas informáticos automatizados; s. As informações dos Diários Oficiais disponibilizadas através do “Jusbrasil Alertas” são de natureza estritamente judicial; t. Alguns diários podem, por motivos técnicos, estar indisponíveis para o acesso. Caso exista alguma dúvida sobre a disponibilidade de um Diário, entre em contato com o suporte@jusbrasil.com.br e verifique o status do mesmo; u. As informações disponibilizadas através do “Jusbrasil Alertas” não são, sob nenhuma hipótese, substitutas das publicações oficiais. O usuário é o único responsável pela conferência das informações junto aos órgãos oficiais competentes para dirimir dúvidas ou divergências; v. O Jusbrasil não será responsabilizado por dano ou prejuízo que eventualmente resulte do uso inadequado do “Jusbrasil Alertas”, incluindo, mas não se limitando, a perdas de prazos processuais junto a órgãos públicos; w. O Jusbrasil não se responsabiliza por eventuais atrasos na disponibilização dos Diários Oficiais por culpa ou dolo dos órgãos públicos responsáveis pela publicação. x. O Alertas é uma funcionalidade disponível para assinantes do Jusbrasil PRO e do Jusbrasil PLUS.

    1. Diretório de Advogados Jusbrasil

    O “Diretório de Advogados Jusbrasil” é uma relação de Advogados e Escritórios de Advocacia, análoga a uma lista telefônica, que possibilita uma busca organizada de profissionais por cidades e por área jurídica de atuação. Nela constam informações de contato profissional dos Advogados e dos Escritórios que se cadastram espontaneamente na plataforma do Jusbrasil, possibilitando aos cidadãos, de qualquer lugar, encontrar profissionais que possam atender as suas demandas jurídicas.

    A. O Jusbrasil não estabelece nenhum vínculo com nenhum advogado ou escritório de advocacia cadastrado na plataforma e, por conseguinte, no Diretório de Advogados; b. O Jusbrasil não privilegia, em posições do Diretório, nenhum advogado ou escritório de advocacia; c. O Diretório de Advogados Jusbrasil é organizado de acordo com a localidade e/ou a área de atuação do advogado ou escritório; d. O Diretório de Advogados é uma ferramenta de busca colocada gratuitamente à disposição para visualização de todas as pessoas que visitam o Jusbrasil; e. As informações do advogado ou escritório de advocacia que constarão no Diretório de Advogados serão fornecidas pelo próprio profissional quando do preenchimento dos campos em seu perfil pessoal no Jusbrasil; f. O Diretório de Advogados é um serviço exclusivo e gratuito a todos os advogados ou escritórios de advocacia; g. Não é permitido que bacharéis ou estudantes de direito se inscrevam no Diretório de Advogados, uma vez que é necessário ter o registro na OAB para exercer quaisquer atividades da advocacia; h. Se, por qualquer meio, algum usuário for descoberto ou denunciado passando-se, ilegalmente, como um advogado, o Jusbrasil excluirá terminantemente este usuário da plataforma; i.Existe um limite no número de áreas e cidades cadastradas por assinante no "Diretório de Advogados Jusbrasil"; para saber qual o limite da sua região, entre em contato com nosso suporte; j. Para os advogados que assinam algum dos serviços da plataforma, é exibido, juntamente com sua logomarca, nome e foto, alguns atalhos para facilitar o contato com o advogado; k. As informações relativas a Advogados e aos Escritórios de Advocacia, que forem exibidas no “Diretório de Advogados Jusbrasil”, deverão estar sempre dentro dos limites de moderação, sobriedade e discrição estabelecidos pelo Código de Ética e Disciplina da OAB e dos provimentos oficiais emanados pela Ordem dos Advogados do Brasil que regulam a publicidade da atividade advocatícia. l. Essa funcionalidade só está disponível para assinantes do Jusbrasil PRO.

    1. Ementa para citação

    A “Ementa para citação” é uma ferramenta de trabalho direcionada aos advogados e aos operadores do direito que buscam por uma formatação padrão de ementas jurisprudenciais para compor suas peças, pareceres, decisões, etc. As “Ementas para citação” são um complemento ao serviço de busca jurisprudencial unificado do Jusbrasil que torna o trabalho dos operadores mais dinâmico, uma vez que a informação pode ser encontrada em um só lugar e de forma estruturada. Considerações:

    A. Em todas as páginas de jurisprudência do Jusbrasil existe o componente que possibilita a criação de uma Ementa para citação formatada; b. Pode ocorrer de, em algumas jurisprudências, a formatação não ser possível, uma vez que as informações públicas disponibilizadas pelo tribunal não foram suficientes para a formatação de uma ementa; c. O Jusbrasil não se responsabiliza pela disponibilização parcial ou não disponibilização dessas ementas, uma vez que apenas veicula aquilo que foi disponibilizado pelo tribunal; d. O uso desta ferramenta não isenta o usuário, para os devidos fins processuais, da verificação das informações junto ao órgão oficial que as produziu, uma vez que muitas informações contidas no portal são oriundas de sítios de outros órgãos. e. A Ementa para Citação é uma funcionalidade disponível para assinantes do Jusbrasil PRO e do Jusbrasil PLUS.

    1. Downloads de Diários

    A ferramenta de “Downloads de Diários” possibilita que os usuários façam o download de todos os Diários Oficiais que estão disponíveis no Jusbrasil.

    A. O formato dos diários para Downloads é PDF; b. Só há a disponibilização de diários do Poder Judiciário; c. Os diários veiculados são produzidos e publicados por órgãos da administração pública, portanto são públicos por essência. O Jusbrasil não produz, edita, modifica, altera ou mantém qualquer tipo de ingerência editorial ou de curadoria sobre o conteúdo dos Diários Oficiais que disponibiliza. Todo o procedimento de extrair e disponibilizar a informação é feito por meio de sistemas informáticos automatizados; d. O Jusbrasil não se responsabiliza pela disponibilização parcial ou não disponibilização desses diários, uma vez que somente veicula aquilo que foi disponibilizado pelo tribunal; e. O uso desta ferramenta não isenta o usuário, para os devidos fins processuais, da verificação das informações junto ao órgão oficial que as produziu, uma vez que muitas informações contidas no portal são oriundas de sítios de outros órgãos. x. O Downloads de Diários é uma funcionalidade disponível para assinantes do Jusbrasil PRO e do Jusbrasil PLUS.

    1. Escritório Online Jusbrasil

    O “Escritório Online Jusbrasil” é uma ferramenta de comunicação e de gerenciamento exclusiva para advogados e assinantes do Jusbrasil PRO. O objetivo do “Escritório Online” é facilitar a comunicação dos advogados com os usuários, além de fornecer instrumentos que os auxiliem a gerenciar e organizar o seu diaadia. Com a ferramenta de comunicação do “Escritório Online”, o advogado pode conversar com os usuário via salas de conversa.

    a. O “Escritório Online” é, tão somente, uma plataforma de comunicação e gerenciamento; b. O “Escritório Online” é a ferramenta responsável pelo recebimento de mensagens e comunicação entre advogados assinantes e usuários; c. Para iniciar uma conversa com um usuário via “Escritório Online” é necessário que o advogado adquira a assinatura desta ferramenta de comunicação; d. O Jusbrasil não faz e nem incita qualquer forma de captação de causa ou clientela, restringindo-se a apenas fornecer a plataforma de comunicação entre advogados e usuários; e. O Jusbrasil não realiza nenhum pré-atendimento com os usuários; f. O Jusbrasil não encaminha as mensagens dos usuários a nenhum “Escritório Online” de advogado ou escritório de advocacia específico; g. As mensagens dos usuários serão enviadas diretamente e indiscriminadamente para os advogados cadastrados na área e localidade discriminadas pelo próprio usuário; h. Para iniciar uma conversa com o usuário, o assinante precisa "Abrir uma sala" com créditos; i. Aberta a sala, o advogado poderá conversar livremente e ilimitadamente com o usuário podendo manter um histórico da sua conversa e utilizar das demais ferramentas disponíveis na sala; j. Dentro da sala, é possível ver outros dados de contato do usuário (e-mail e telefone), caso o assinante opte por continuar a conversa por outro meio de comunicação; k. A assinatura do “Escritório Online” dá direito a abrir um número determinado de salas; l. Caso queira alugar mais salas privadas para conversar com outros usuários, o advogado deverá efetuar o upgrade do plano para este fim e adquirir mais créditos para abrir salas; m. O preço de cada sala pode variar a depender dos custos de operação e manutenção do espaço virtual cedido; n. O custo da sala é calculado automaticamente por um sistema que pondera vários fatores (custo de servidor, custo de manutenção da sala, oferta e procura pela sala específica, etc.); o. Os créditos da assinatura, responsáveis por abrir salas, acumulam mês a mês, mas expiram em 3 meses; p. O assinante será avisado sobre a abertura da sala e o consumo de créditos apenas na primeira vez que abrir uma sala, depois disso o assinante pode acompanhar o consumo de seus créditos no seu extrato; q. O “Escritório Online” é uma alternativa para os advogados se comunicarem com os seus clientes ou com potenciais clientes; r. O Jusbrasil não interfere na relação entre advogado e cliente, caso essa relação venha a se concretizar; s. O Jusbrasil não recebe e nem cobra nenhum valor com base nos honorários acordados pelos advogados; t. O Jusbrasil se limita a cobrar pelo aluguel do espaço online em que o advogado e o usuário irão conversar; u. O “Escritório Online” está de acordo com todos os princípios que norteiam a atividade da advocacia, bem como os dispositivos do Estatuto da Advocacia e Ordem dos Advogados do Brasil – OAB (Lei 8.906/94) e regramentos da OAB; v. O Escritório Online é uma funcionalidade disponível apenas para assinantes do Jusbrasil PRO.

    DOS PLANOS DOS SERVIÇOS

    1. O Jusbrasil poderá disponibilizar para o usuário um conjunto específico de funcionalidades e ferramentas para otimizar o uso pessoal e o uso da plataforma.

    2. As funcionalidades e ferramentas serão previamente selecionadas pelo Jusbrasil e agregadas em diferentes pacotes ou planos com valores distintos.

    3. O Jusbrasil se reserva o direito de modificar a composição dos pacotes ou planos inclusive no que tange a quantidade reservada para a utilização de cada funcionalidade ou ferramenta, sem qualquer tipo de consulta prévia ao usuário.

    4. Além das modificações ou alterações mencionadas no item anterior, o Jusbrasil também se reserva o direito de reajustar unilateralmente os valores dos pacotes ou planos sem consulta ou anuência prévia do usuário.

    5. A prestação do serviço está sujeita à aceitação, por parte do usuário, dos Termos de Uso do Jusbrasil. Caso não concorde com eventuais alterações ou modificações no presente instrumento ou em qualquer outro termo ou política dos serviços operados ou mantidos pelo Jusbrasil, o usuário pode optar por interromper o fornecimento do serviço sem reembolso de valores que já tenham sido pagos.

    6. As informações sobre a composição dos planos, bem como o detalhamento das ferramentas e funcionalidades inclusas, além de preços e formas de pagamento do serviço serão disponibilizados e mantidos na página www.jusbrasil.com.br/ ou através do contato com o suporte@jusbrasil.com.br.

    7. O Jusbrasil não se compromete a adequar os planos, funcionalidades ou ferramentas de seus serviços para atender objetivos ou atingir resultados específicos definidos pelo usuário.

    8. As funcionalidades e ferramentas do Jusbrasil disponíveis ao usuário estão vinculadas à sua conta de cadastro no serviço e são intransferíveis.

    9. Na ocorrência de promoções, descontos ou planos especiais o usuário poderá ser beneficiado com um período de serviço gratuito, abatimento dos valores padronizados ou outras ofertas. Nesse caso, o usuário poderá ser notificado por e­-mail e/ou informado através de anúncios ou do próprio site do Jusbrasil.

    DA PRESTAÇÃO E UTILIZAÇÃO DOS SERVIÇOS

    1. O usuário somente terá acesso aos serviços através do cadastro de conta na plataforma “Jusbrasil”, sendo necessário informar, entre outros dados, endereço de e-mail e senha pessoal e intransferível. O usuário é o único responsável, para todos os fins, pelas operações efetuadas em sua conta.

    2. O usuário se compromete a não informar seus dados cadastrais a terceiros, responsabilizando-se integralmente pelo uso que deles seja feito.

    3. É permitido ao usuário se conectar à sua conta nos serviços do Jusbrasil apenas em um dispositivo eletrônico por vez, sendo vedado o acesso ou utilização da conta em mais de um dispositivo simultaneamente.

    4. O Jusbrasil se reserva o direito de desconectar o usuário de sua conta se não observada a restrição descrita no item anterior. A reincidência da conduta poderá levar ao encerramento de sua conta e o bloqueio ao acesso e utilização do serviço.

    5. O usuário é o único responsável pela veracidade, integridade, legalidade e correção dos dados por ele prestados ou compartilhados durante o uso de quaisquer serviços e ferramentas do Jusbrasil, competindo-lhe, ainda, manter seus cadastros sempre atualizados.

    6. O serviços do Jusbrasil estão submetidos a constantes atualizações e aprimoramentos com a finalidade de adicionar novas funcionalidades ou corrigir eventuais falhas, podendo, portanto, em alguns momentos, sofrer instabilidades técnicas.

    7. Em nenhuma hipótese será permitida a cessão, venda, aluguel ou outra forma de transferência ou alienação do cadastro do usuário dos serviços do Jusbrasil.

    COBRANÇA E PAGAMENTO

    1. Somente serão aceitos os pagamentos realizados mediante os meios eleitos pelo Jusbrasil para este fim, sendo nulas as transações realizadas por outros métodos.

    2. A cobrança do Jusbrasil dar-se-á na forma de ciclos indivisíveis de 30 (trinta) dias a contar da data de contratação; o dia de vencimento será sempre o coincidente com o aniversário em ciclos de 30 (trinta) dias da contratação.

    3. A renovação da assinatura dos serviços dar-se-á de forma automática debitando o valor no cartão de crédito cadastrado no ato da assinatura. O usuário pode fazer o cancelamento dos serviços automaticamente a partir das suas configurações do perfil, não cabendo reembolso ou estorno de valores já pagos.

    4. Havendo falha na cobrança de pagamento, somente via cartão de crédito, o Jusbrasil pode realizar novas tentativas para que o pagamento da assinatura seja efetivado.

    5. Na hipótese de cancelamento do serviço por parte do usuário, a disponibilidade das ferramentas do Jusbrasil somente cessará quando concluído o ciclo vigente ao tempo do cancelamento.

    6. A disciplina do item anterior não será aplicável caso o cancelamento se dê em virtude de violação do presente instrumento por parte do usuário. Nesse caso a indisponibilidade do serviço será imediata.

    7. Se o usuário fornecer informações de cartão de crédito para o pagamento dos valores pela contratação dos serviços do Jusbrasil, o mesmo autoriza e garante a utilização, pelo Jusbrasil, de cobrar pelo respectivo cartão de crédito o pagamento dos valores devidos.

    8. O Jusbrasil não se responsabiliza pela utilização de cartão de crédito de terceiros, por parte do usuário, quando da assinatura dos serviços.

    9. Caso haja alguma cobrança ou pagamento indevido por parte do Jusbrasil, o usuário poderá solicitar o reembolso via suporte@jusbrasil.com.br.

    DE OUTRAS OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES DAS PARTES

    1. O usuário declara estar ciente de que os serviços e conteúdos podem conter ligações a sites ou recursos de terceiros. O Jusbrasil não se responsabiliza: (i) pela disponibilidade ou exatidão de tais sites ou recursos, e; (ii) pelo conteúdo, produtos ou serviços contidos ou disponibilizados em tais sites ou recursos.

    2. O usuário se compromete a fornecer dados pessoais verdadeiros, precisos, atuais e completos durante o procedimento de registro, cadastramento de seus dados e de cobrança dos valores eventualmente pactuados, bem como a manter atualizadas as informações prestadas para viabilizar o funcionamento adequado dos sistemas automáticos fornecidos pelo Jusbrasil.

    3. Nesta hipótese, o Jusbrasil se reserva o direito de encerrar a assinatura no caso de conhecimento da falsidade ou da má­-fé empregadas pelo usuário, podendo impedir seu posterior regresso aos serviços oferecidos, sem direito a qualquer tipo de compensação. A rescisão será previamente comunicada ao usuário.

    4. Todo e qualquer atendimento de suporte, dúvidas, reclamações e sugestões prestados aos usuários pelo Jusbrasil será realizado única e exclusivamente pela Internet, através de e­-mail, de página virtual de suporte ou ferramenta online disponibilizada pelo Jusbrasil.

    5. Todo contato entre o usuário e o Jusbrasil mediante os canais para este fim destinar-se-á, única e exclusivamente, para atender solicitações ou dúvidas técnicas acerca da utilização e funcionamento dos serviços oferecidos. Não há, pelo Jusbrasil, qualquer prestação de consultoria ou assessoria jurídica, uma vez que esta é atividade privativa de advogados.

    6. O Jusbrasil não utiliza os dados pessoais dos seus usuários para fins comerciais, ou seja, os dados armazenados não são disponibilizados para terceiros, seja de forma gratuita ou onerosa.

    7. O Jusbrasil não será responsabilizado por nenhum prejuízo que eventualmente ocorra em decorrência de alteração, suspensão ou descontinuação temporária de qualquer dos seus serviços.

    8. O usuário apenas pode acessar os produtos e serviços para fins lícitos. O usuário é completamente responsável pelo conhecimento e pela adesão a qualquer e toda lei, regulamento e regras pertinentes ao uso dos produtos e serviços sobre os quais tratam o presente termo.

    9. Não existe carência ou qualquer tipo de fidelização entre o usuário e o Jusbrasil. O usuário pode fazer o cancelamento dos serviços automaticamente a partir das suas configurações do perfil, não cabendo reembolso ou estorno de valores já pagos.

    10. A não observância das obrigações pactuadas nestes Termos de Uso ou da legislação aplicável poderá, sem prévio aviso, ensejar a imediata rescisão unilateral por parte do Jusbrasil e o bloqueio de todos os serviços prestados ao usuário.

    11. Caso a rescisão contratual se dê em razão de descumprimento ou violação por parte do usuário à disposições do presente termo, bem como a descumprimento ou violação à legislação aplicável, não caberá reembolso de valores já pagos. Nesta hipótese, o Jusbrasil também se reserva o direito de recusar ou restringir ao usuário todo e qualquer uso atual ou futuro dos produtos e serviços do Jusbrasil.

    12. O usuário não poderá: a. Hackear ou interferir na operação do Jusbrasil e dos seus serviços; b. Representar outra pessoa ou obter acesso não autorizado à conta de outra pessoa; c. Introduzir qualquer vírus, worm, spyware ou qualquer outro código computacional, arquivo ou programa que possa estar destinado a danificar a operação, hardware, software ou qualquer outro aspecto do serviço; d. Criar spiders ou scrapers; e. Usar robôs ou outros meios automatizados de qualquer tipo para acessar as ferramentas e/ou serviços do Jusbrasil.

    13. O Jusbrasil não se responsabiliza por atos de terceiros que se apropriem das imagens ou informações exibidas na plataforma.

    DAS PENALIDADES E CANCELAMENTO DA ASSINATURA

    Esse tópico tem o condão de sintetizar, ratificar e elucidar as condutas passíveis de sanções quanto ao manuseio da assinatura PRO.

    O Jusbrasil poderá, a seu critério, advertir, suspender ou cancelar a assinatura; ou banir o assinante da plataforma, a qualquer tempo, de forma temporária ou definitiva, sem direito a ressarcimento, se o mesmo desrespeitar a política e os princípios que norteiam o uso adequado e harmônico da plataforma.

    1. São condutas passíveis de penalidades (rol exemplificativo): a. Enviar mensagens automatizadas, de qualquer natureza (bulk messages); b. Fazer propaganda ou publicidade de serviços de terceiros; c. Desrespeitar/ofender os usuários quando do uso de alguma das ferramentas do Jusbrasil; d. Burlar o sistema de avaliação; e. Utilizar número de inscrição de OAB falso, de estagiário ou de outra pessoa, sem o consentimento da mesma.

    2. Se, por acaso, o assinante for banido, poderá, a depender do caso, ser reintegrado à plataforma. Nesse caso, o usuário passará por um período de avaliação para concluir se está apto ou não a retornar à plataforma.

    DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

    1. Existindo dúvidas sobre este instrumento ou sobre o que ele engloba, o usuário pode entrar em contato através do e-­mail suporte@jusbrasil.com.br.

    2. Este Acordo é regido pelas leis da República Federativa do Brasil e atende ao sistema legal brasileiro, aos princípios gerais de direito e às normas internacionais de comércio eletrônico.

    3. Em conformidade com a legislação em vigor, o foro para dirimir eventuais controvérsias que decorram deste contrato será o do Consumidor.

    4. Caso o litígio decorrente do presente contrato não esteja enquadrado na legislação Consumerista, fica eleito, desde já, foro da Comarca de Salvador-BA para dirimir eventuais controvérsias.

    5. O USUÁRIO DECLARA TER LIDO E COMPREENDIDO OS TERMOS E DISPOSIÇÕES DESTE ACORDO DE UTILIZAÇÃO E QUE ESTÁ CIENTE DE SEU INTEIRO TEOR, ACEITANDO TODAS AS SUAS CONDIÇÕES.

    Jusbrasil

    Jusbrasil

    O Jusbrasil é a maior comunidade jurídica do mundo. Coletamos, organizamos e compartilhamos o conhecimento que todos nós precisamos! Conecte-se com os milhares de profissionais que já são membros da Comunidade Jusbrasil. Você também pode agregar conhecimento jurídico e profissional ao país. Deixe comentários construtivos, compartilhe e publique conteúdo jurídico de qualidade.


    JusBrasil agiliza pagamentos em sua plataforma com a solução do Pagar.me

    http://jornalbrasil.com.br/noticia/jusbrasil-agiliza-pagamentos-em-sua-plataforma-comasolucao-do-p...

    NB Press Comunicao

    Fonte NB Press Comunicação 30/09/2015 às h

    "Portal com conteúdo sobre Direito consegue conversão de dez pontos percentuais com o gateway de pagamento

    Maior portal de informação pública do país, a JusBrasil enfrentava uma série de problemas com os gateways de pagamentos. Os serviços eram lentos e instáveis, o que comprometia a assinatura de novos usuários na categoria Pro. A busca por um sistema confiável e que agilizasse as transações parecia não ter fim, até o momento em que conheceram a Pagar.me.

    A solução, voltada para empreendedores virtuais tornou o processo de pagamentos mais rápido e eficiente tanto para o consumidor quanto para a empresa. Em seis meses de operação, houve um aumento de dez pontos percentuais na conversão, passando de 72% a 82%.

    “O processo de pagamento ficou bem mais rápido. Além disso, conseguimos manter uma estabilidade no sistema por meio de recursos oferecidos pelo Pagar.me, como o multiacquirer , que nos protege caso um dos nossos adquirentes esteja fora do ar”, comenta Rafael Nunes Verger, engenheiro de software da JusBrasil.

    Esse método é conhecido como retentativa inteligente: o sistema tenta realizar a transação em mais de uma operadora de cartão. A Pagar.me também oferece uma integração fácil e um dos mais eficientes sistemas antifraude do mercado.

    O gateway foi apresentado e indicado por empreendedores colegas da JusBrasil que já utilizavam a ferramenta. A aceitação foi imediata e agradou a companhia, principalmente pela atuação próxima dos fundadores Pedro Franceschi e Henrique Dubugras no projeto.

    “Eles estão sempre a postos para nos ajudar. Por isso, já indicamos para amigos que estão começando um negócio e recomendamos a outras empresas nossa boa experiência com o Pagar.me”, prossegue Nunes.

    A JusBrasil

    A empresa tem como objetivo unir a comunidade jurídica do país na Internet. O usuário pode criar um perfil para postar conteúdo do setor, interagir com outras pessoas na comunidade e consultar milhões de documentos relacionados à área.

    Atualmente, o principal core business é o programa Advogado PRO. Com ele, as pessoas que precisam de uma ajuda jurídica podem enviar os casos para os advogados presentes na plataforma. “Quem precisa resolver um problema ou tirar alguma dúvida pode acessar a JusBrasil ao invés de pedir indicação de conhecidos”, finaliza o engenheiro.

    Sobre a Pagar.me

    A Pagar.me é uma solução digital voltada aos empreendedores virtuais do país, atuando como Gateway – e facilitador – entre as empresas e toda a burocracia que elas enfrentam para receber seus pagamentos. Com infraestrutura de pagamento completa, a ferramenta permite aumentar as taxas de conversão em até 25% com retentativas inteligentes (processo que fica tentando realizar a transação em mais de uma operadora de cartão quando alguma está fora do ar), sistema antifraude eficiente e um checkout de pagamento dentro do próprio ambiente, sem a necessidade de encaminhar o cliente para outro site. Empresas como a Endeavor Brasil, Catarse, Ingresse.com e Geração de Valor já adotaram a Pagar.me, que levantou mais de R$ 1 milhão de investimento. Até o fim de 2015, a expectativa é transacionar mais de R$ 500 milhões pela solução."


    A Jusbrasil é uma startup jurídica. Mas primeiro veio a comunidade e, só depois, o modelo de negócios

    https://projetodraft.com/a-jusbrasileuma-startup-juridica-primeiro-veioacomunidadeeso-depois-o...

    Adriana Fonseca - 24 de abril de 2017

    Equipe do Jusbrasil a maioria dos 70 funcionrios tem vinte e poucos anos

    Equipe do Jusbrasil: a maioria dos 70 funcionários tem vinte e poucos anos.

    Compartilhar:

    FacebookTwitterGoogleTumblrLinkedInE-mail

    Receber o “sim” de investidores de peso para uma startup brasileira focada em advocacia era um tanto improvável, mas o empreendedor baiano Rafael Costa, 34, fundador do Jusbrasil, decidiu entrar em contato com o fundo do Vale do Silício. E não era qualquer um, mas o Founders Fund, que tem em seu porfolio Airbnb e Spotify. E o improvável se provou possível: o “sim” veio e marcou a estreia do fundo na América Latina – em dose dupla, pois os americanos fizeram um aporte em duas startups brasileiras: Jusbrasil e Nubank.

    Sobre a Nubank e fintechs, muito já se falou. Por sua vez, o business do Jusbrasil ainda é pouco badalado: trata de conectar advogados de todo o país a pessoas que precisem desses serviços. Um marketplace, portanto. O valor aportado pelo Founders Fund não pode ser revelado, mas o dinheiro vem sendo usado para manter a startup funcionando e implementar melhorias na plataforma.

    A ferramenta já havia sido implementada em 2014, depois que a Monashees fez

    um primeiro aporte. Antes disso, a grande inovação do Jusbrasil tinha sido tornar acessíveis informações jurídicas que não eram indexadas pelo Google. O que isso significa? Rafael conta que os sites de tribunais do Brasil e parte dos Diários Oficiais não apareciam nas buscas do Google por ficarem “escondidos” atrás de campos de busca dos sites onde estavam hospedados. É um tipo de indexação que não permitia aos robôs do Google ler a informação.

    INOVAÇÃO A FAVOR DA TRANSPARÊNCIA

    O que os engenheiros de software do Jusbrasil fizeram foi criar algoritmos que interagissem com esses campos de busca para indexar essa camada da web que o Google não indexava, chamada de “hidden web”. Assim, informações dos sites dos tribunais, como jurisprudências, bem como os Diários Oficiais passaram a ser encontrados facilmente no Jusbrasil por qualquer um que fizesse a busca – mesmo no Google. Nesse caso, os links que apareciam na busca do Google direcionavam para o site do Jusbrasil.

    Rafael Costa e Daniel Murta advogado e engenheiro scios-fundadores do Jusbrasil

    Rafael Costa e Daniel Murta, advogado e engenheiro, sócios-fundadores do Jusbrasil.

    Advogado de formação, Rafael e seus sócios Daniel Murta, 38, e Rodrigo Barreto, 34, (estes, formados em engenharia) precisaram recrutar profissionais de tecnologia para tirar a ideia do papel. Naturais da Bahia, os três alugaram um apartamento de dois quartos próximo à Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte, que é uma referência na área, e começaram a recrutar quem estava ali cursando mestrado ou doutorado em computação.

    Para dar início à empresa, além do investimento próprio, os empreendedores conseguiram vencer dois editais da Fapesb (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia) e levantaram 400 mil reais. Com o dinheiro montaram a equipe. Isso tudo em 2007. No pequeno apartamento moravam e trabalhavam 13 pessoas, incluindo os sócios do que viria a ser o Jusbrasil.

    PÚBLICO MAIS AMPLO E UMA NOVA COMUNIDADE

    Em 2008, nasceu oficialmente o Jusbrasil como um buscador vertical para a área jurídica. Nessa época, os sócios não tiravam nenhum dinheiro da startup. “Foi uma fonte boa de sofrimento”, lembra Rafael. O alívio é que o negócio pegou tração logo. No meio do ano, o site tinha cerca de 500 acessos por dia e em dois anos já eram 5 milhões de usuários únicos por mês.

    Nessa época, os sócios perceberam que o público do Jusbrasil, ao contrário do que eles haviam pensado inicialmente, não era formado apenas por profissionais do meio jurídico. “Vimos que os usuários do site eram pessoas comuns querendo entender o ambiente jurídico”, conta o fundador. A partir daí a plataforma começou a oferecer também informação jurídica de forma clara e acessível.

    Em 2010, então, começava a ser desenvolvida a comunidade do Jusbrasil, definitivamente implementada em 2012. Nesta área do site, inspirada no Medium, os próprios usuários escrevem artigos sobre o meio jurídico e compartilham com a rede. A adesão foi grande e, hoje, o Jusbrasil registra 300 novas publicações todos os dias. Há desde posts explicando o que fazer caso a árvore do vizinho invada o terreno da sua casa, até dúvidas sobre vínculo empregatício e pensão no caso de divórcio, entre tantos outros temas. “Incentivamos a comunidade a escrever de forma simples, deixando de lado o ‘juridiquês’”, diz Rafael. Para tanto, o Jusbrasil publicou, inclusive, alguns vídeos com dicas de como escrever na internet.

    CINCO ANOS DE BOOTSTRAPPING

    Em 2013, quando a Monashees entrou em contato querendo fazer um investimento – sim, isso pode acontecer —, o Jusbrasil já tinha 8 milhões de usuários únicos por mês. “Só aí é que fomos pensar em como monetizar o negócio”, conta Rafael. Foi também quando a empresa quitou dívidas com o Estado e colocou em dia o pagamento de tributos devidos. “Por um tempo não conseguíamos pagar os impostos e tivemos que fazer o pagamento de forma retroativa.”

    Até então, a única fonte de receita da startup eram os anúncios publicitários no site, mas foram três anos até conseguir uma inserção relevante. Não havia uma fonte de receita consistente, e Rafael conta que, nesse período, dependia financeiramente dos pais e teve que aprender a lidar com a situação:

    “Quando a gente empreende, o psicológico é o mais difícil, porque você fica pensando que é um fracassado por não gerar o próprio sustento e depender de pais e amigos para ter onde morar”

    Durante a conversa com o Draft, realizada no escritório da startup em Salvador, na Bahia, Rafael lembrou do nível de ansiedade que vivia na época. “A gente não tinha nem pista de que modelo de negócio seguir e tinha dia que não sabia como iria pagar a folha. Tivemos que pedir dinheiro emprestado mais de uma vez, no banco, com amigos e a família.”

    Após o fôlego financeiro trazido pelo aporte da Monashees, a equipe do Jusbrasil identificou que entre os comentários dos usuários nos posts publicados pela comunidade dentro do site havia sempre pedidos de indicação de advogados com experiência em determinado assunto. Nasceu, então, a ideia de criar o marketplace que conectasse advogados e pessoas que buscam serviços desse tipo de profissional. Eureka!

    No escritrio em Salvador os fundadores da startup Osvaldo Matos Jr Gustavo Maia Luiz Paulo Pinho Rodrigo Barreto Daniel Murta e Rafael Costa

    No escritório, em Salvador, os fundadores da startup: Osvaldo Matos Jr., Gustavo Maia, Luiz Paulo Pinho, Rodrigo Barreto, Daniel Murta e Rafael Costa.

    Atualmente, a receita do Jusbrasil concentra-se nesse modelo de negócio. O usuário que precisa de um advogado descreve sua necessidade no site e ela é enviada para a base de profissionais cadastrados no Jusbrasil. Para responder com um orçamento, o advogado precisa ser assinante da plataforma ao custo de 49 reais por mês.

    Hoje, o Jusbrasil registra 1 milhão de acessos diariamente, tem mais de 1 bilhão de documentos indexados e 20 milhões de usuários únicos por mês. Segundo Rafael, 75% dos advogados do Brasil têm perfil no site, que aponta 538 mil cadastrados (uma parcela pequena destes é assinante da plataforma). De acordo com o empreendedor, a plataforma gera 1 bilhão em negócios por ano para os profissionais cadastrados e viabiliza cerca de 500 mil conexões anuais entre advogados e clientes. Apesar dos números, Costa não se considera um empreendedor de sucesso:

    “Estamos em uma jornada querendo fazer algo de sucesso”

    Talvez em virtude desse modo de pensar, Costa não se preocupa em divulgar os feitos do Jusbrasil e, diferentemente de muitas startups, não tem uma assessoria de imprensa. “Penso que é melhor investir o dinheiro em algo que traga mais benefícios aos nossos usuários”, diz, antes de complementar: “E me surpreende que, se você não tem uma assessoria de imprensa, a mídia não te descobre. Parece que só noticiam o que chega até eles”.

    SILÊNCIO, EQUIPE TRABALHANDO

    Com 70 funcionários na equipe, o escritório do Jusbrasil ocupa dois andares em um prédio comercial na capital baiana. Amplo, o espaço principal da sede tem uma política de silêncio: no local onde ficam as mesas de trabalho, ninguém fala. O objetivo? Aumentar a produtividade. Quem precisa trabalhar em equipe e, portanto, conversar, deve ocupar uma das salas envidraçadas espalhadas pelo ambiente. “As interrupções e o barulho atrapalham o fluxo de trabalho”, diz Rafael.

    No Jusbrasil, o horário de trabalho é flexível, as cobranças são feitas por entregas e as “conversinhas” durante o expediente se concentram no Slack – assim, quem recebe a mensagem só lê quando quer ser interrompido.

    A média de idade dos funcionários ronda os 20 anos e, à exceção dos sócios, que já passaram dos 30, há apenas um ou dois colaboradores mais velhos. Para a meninada, o happy hour que acontece toda sexta-feira no escritório é uma verdadeira festa. Há bebida e comida de graça, e os instrumentos musicais na sala de descontração são usados pelos sócios e algumas pessoas da equipe para dar o ritmo da diversão. Tem dias que a comemoração entra madrugada a dentro, contam os colaboradores. É justo.

    DRAFT CARD

    Draft Card Logo

    • Projeto: Jusbrasil
    • O que faz: Conecta advogados a pessoas e oferece informação jurídica acessível
    • Sócio (s): Daniel Murta, Rafael Costa e Rodrigo Barreto
    • Funcionários: 70 (incluindo os sócios)
    • Sede: Salvador
    • Início das atividades: 2008
    • Investimento inicial: R$ 400.000 (da Fapesb) e investimento pessoal
    • Contato: faleconosco@Jusbrasil.com.br

    Compartilhar:

    FacebookTwitterGoogleTumblrLinkedInE-mail

    Tags:

    advocacialawtechVeja também:

    ACELERADOS

    A Legal Insights quer ajudar empresas a reduzirem os gastos com processos contenciosos

    Dani Rosolen - 27 de dezembro de 2017

    A startup coleta e analisa informações do departamento jurídico das organizações.

    12695300

    NEGÓCIOS CRIATIVOS

    Ele registrou em cartório o primeiro clube de cannabis do país. E tudo começou com um coworking de advogados

    Cristine Gentil - 21 de setembro de 2017

    Fernando Santiago é advogado e empreende em uma bem sucedida rede de escritórios compartilhados. Ele é, também, uma referência como consultor de negócios no mercado legalizado da maconha.

    3770733980

    Fernando Santiago empreendedor do ramo de coworkings tornou-se um especialista em mercado canbico e no tem vergonha disso preciso sair do armrio foto Lus Tajes

    LIFEHACKERS

    “Visto a minha dor como uma roupa para levar felicidade às pessoas. Transformo dor em amor”

    Marcelo Turra - 12 de maio de 2017

    O advogado Marcelo Turra conta como transformou suas cicatrizes em força para atuar de forma inovadora na defesa de portadores de HIV, transexuais, prostitutas e outros marginalizados.

    549726040

    O advogado Marcelo Turra transformou suas cicatrizes em fora para atuar de forma inovadora defendendo direitos humanos - e de animais Na foto com Zeca e Fub

    NEGÓCIOS SOCIAIS

    O que é a Feminaria e por que fornecer consultoria para mulheres é mais uma missão que um negócio

    Erin Mizuta - 10 de abril de 2017

    A advogada Ana Carolina Bavon conta como enfrentou um burnout antes de iniciar a transição que a fez criar uma confraria de mulheres empreendedoras.

    752633950

    Ana enfrentou um burnout antes de iniciar a transio que a levou a criar uma confraria de mulheres empreendedoras

    ACELERADOS

    Justiça Seja Feita, um site para quem precisa de assessoria jurídica em pequenas causas

    Luisa Migueres - 23 de maio de 2016

    A startup cruza informações de usuários e advogados para acelerar o andamento de causas pendentes.

    3308970


    Saiba mais acessando também esses sites-fontes:

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/artigos/267296311/perguntas-frequentes-sobreojusbrasil-pro

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/noticias/155146432/fazendo-negocios-na-plataforma-jusbrasil

    https://www.jusbrasil.com.br/topicos/291096/plataforma-continental

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/artigos/136290482/portal-atualidades-do-direito-firma-parceria-co...

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/

    https://www.jusbrasil.com.br/comentarios/310509519#comment_310534107

    https://www.jusbrasil.com.br/topicos/508768/plataforma


    Paz Maysa Martimiano.

    Não sei como expressar a alegria que tive ao abrir a Caixa de Mensagens.

    DEUS sabe quanto eu me esforço tanto para divulgar todo o conhecimento jurídico que nós adquirimos na Universidade, em específico na faculdade de Direito do Centro Universitário Curitiba (UNICURITIBA), nos estágios da vida, nos fóruns, nas varas, nos tribunais, nos demais órgãos públicos e, principalmente e não menos ou mais importante: na rede mundial de computadores (Internet, ou melhor, Google Chrome). Esta plataforma JUSBRASIL é a melhor rede social jurídica que existe.

    Agradeço a DEUS (Pai, Filho e Espírito Santo) e a ti, Maysa Martimiano, por confiar e acreditar no meu trabalho e por divulgar seu material inspirador e edificante. Agradeço por todo suor, sangue e lágrimas que tem derramado como forma de artigos, comentários, notícias, modelo de peças e respostas entusiasmadas. Obrigado pelo esforço e bom ânimo.Você nos inspira alegria, força, foco e fé.

    Por tudo isso e por tudo que virá, peço a DEUS que lhe abençoe grandemente e multiplique na sua vida ainda mais talento, maiores dons, mais graça, e tudo de bom que DEUS tem a acrescentar, em nome do SENHOR JESUS CRISTO. Amém e Aleluia.

    Quando vejo suas publicações, lembro-me do trecho de Mateus 11, que diz assim:

    O jugo de Jesus

    "Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos.Sim, ó Pai, porque assim te aprouve.

    Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar.

    Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve."

    Mateus 11:25-30

    Obrigado pela consideração e por esta mensagem maravilhosa:

    .

    "comentário top autores! Obrigada...

    Talvez não existam palavras suficientes e significativas que me permitam agradecer ao jusbrasil com justiça e devido merecimento. Afinal esse portal jurídico tem sido para nós de valor inestimável.

    Apenas podemos nos expressar através da limitação de meras palavras, e com elas prestar este humilde, mas sincero, agradecimento ao jusbrasil, a todos os fiéis leitores da plataforma, aos colegas da profissão jurídica e também de outras tantas outras profissões e aos moderados que tanto nos ajudam.

    Há pouco mais de um mês nos tornamos autores ‘novatos’ na plataforma, de lá pra cá, nossas publicações já lograram alcançar cerca de 25.000 visualizações, o que mostra a força desta startap jurídica.

    Agradeço especialmente os atuais 381 seguidores que acreditam e curtem assiduamente no trabalho. Agradecimento especial também à autora, comentarista e colega Camila Vaz pela inspiração, a Silvio Alexandre Porto pelos comentários intensos e participativos. Em nome de Vanessa Bastos, Luan Mesan, Fátima Bugério e Natalia Oliveira estendemos agradecimento especial a todos os colegas autores a quem nutrimos imenso carinho e apreço.

    Muito obrigada!

    Com todo o carinho e de coração eu lhes agradeço."

    Maysa Martimiano







    REFERÊNCIAS DIGITAIS:

    https://www.jusbrasil.com.br/artigos/publicar?ref=top

    https://luanmesan.jusbrasil.com.br/artigos/539443487/plataforma-jusbrasilamelhor-rede-social-jurid...

    https://luanmesan.jusbrasil.com.br/artigos/539443487/plataforma-jusbrasilamelhor-rede-social-jurid...

    https://luanmesan.jusbrasil.com.br/

    https://www.jusbrasil.com.br/noticias/publicar?ref=top

    https://www.jusbrasil.com.br/artigos/publicar?ref=top

    https://www.jusbrasil.com.br/modelos-pecas/publicar?ref=top

    https://www.jusbrasil.com.br/mensagens?ref=topbar

    https://www.jusbrasil.com.br/notificacoes?ref=topbar

    https://escritorioonline.jusbrasil.com.br/?cameFrom=topbar-app-button

    https://www.jusbrasil.com.br/alertas/

    https://www.jusbrasil.com.br/busca?q=JULGAMENTO+EQUILIBRADO+POR+CONCEITOS

    https://www.google.com.br/search?q=WEBARTIGOS&oq=WEBARTIGOS&aqs=chrome..69i57j0l4j5.3575j0j7...

    https://www.webartigos.com/

    https://www.webartigos.com/meus-artigos

    https://www.webartigos.com/artigos/julgamento-equilibrado-por-conceitos/131129

    https://luanmesan.jusbrasil.com.br/artigos/378338341/julgamento-equilibrado-por-conceitos

    https://www.jusbrasil.com.br/comentarios/539442261#comment_539442261

    Aguardando Moderação

    Este documento precisa ser analisado por um Administrador Jusbrasil para que se verifique se atende às regras de publicação . Atualmente, apenas o autor e seus seguidores podem visualizá-lo. Caso seja aprovado, o material será publicado para toda comunidade.

    Sites-fontes:

    https://www.google.com.br/search?q=plataforma+jusbrasil&oq=plat&aqs=chrome.0.35i39j69i57j0l4...

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/artigos/267296311/perguntas-frequentes-sobreojusbrasil-pro

    https://www.jusbrasil.com.br/topicos/291096/plataforma-continental

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/artigos/136290482/portal-atualidades-do-direito-firma-parceria-co...

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/artigos/111825898/termos-de-uso-do-jusbrasil

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/

    https://www.jusbrasil.com.br/comentarios/310509519#comment_310534107

    https://projetodraft.com/a-jusbrasileuma-startup-juridica-primeiro-veioacomunidadeeso-depois-o...

    https://www.jusbrasil.com.br/topicos/508768/plataforma

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/noticias/155146432/fazendo-negocios-na-plataforma-jusbrasil

    https://medium.com/javiermardones/o-monop%C3%B3lio-do-jusbrasil-368139904bcc

    https://conteudo.startse.com.br/startups/isabella/jusbrasil-lawtech-conference/

    http://jornalbrasil.com.br/noticia/jusbrasil-agiliza-pagamentos-em-sua-plataforma-comasolucao-do-p...

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/artigos/267296311/perguntas-frequentes-sobreojusbrasil-pro

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/noticias/155146432/fazendo-negocios-na-plataforma-jusbrasil

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/artigos/136290482/portal-atualidades-do-direito-firma-parceria-co...

    New Stars of JusBrasil - Novas Estrelas Errantes do JusBrasil.

    https://professorlfg.jusbrasil.com.br/

    https://professoraalice.jusbrasil.com.br/

    https://flaviotartuce.jusbrasil.com.br/

    https://leorosa.jusbrasil.com.br/

    https://williamdouglas.jusbrasil.com.br/

    https://eduardocabette.jusbrasil.com.br/

    https://ivanluismarques2.jusbrasil.com.br/

    https://pauloqueiroz2.jusbrasil.com.br/

    https://eudesquintino.jusbrasil.com.br/

    https://lucianorossato.jusbrasil.com.br/

    https://aurineybrito.jusbrasil.com.br/

    https://romulomoreira.jusbrasil.com.br/

    https://vitorgug.jusbrasil.com.br/

    https://jusbrasil.jusbrasil.com.br/artigos/136290482/portal-atualidades-do-direito-firma-parceria-co...

    https://www.google.com.br/search?q=denotativa&oq=denotativa&aqs=chrome..69i57j0l5.3496j0j7&a...

    https://www.google.com.br/search?q=enaltecer&oq=enaltecer&aqs=chrome..69i57j0l5.2544j0j7&...

    https://www.google.com.br/search?q=mateus+11&oq=mateu&aqs=chrome.0.69i59j69i57j69i59j0l3.244...

    https://www.bibliaonline.com.br/acf/mt/11

    https://www.google.com.br/search?q=salmo+1&oq=salmo+1&aqs=chrome..69i57j0l5.2464j0j7&sou...

    https://www.bibliaonline.com.br/acf/sl/1

    https://www.amazon.com.br/Zero-One-Notes-Startups-Future-ebook/dp/B00J6YBOFQ/ref=sr_1_2?s=digital-te...

    https://www.google.com.br/search?q=tradutor&oq=tradutor&aqs=chrome..69i57j69i60l2j69i61j69i6...

    https://www.chess.com/live#a=110962

    https://luanmesan.jusbrasil.com.br/artigos/539443487/plataforma-jusbrasilamelhor-rede-social-jurid...

    https://www.google.com.br/search?q=geeks&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjqs_Xg...

    HomeStartups


    DRAFT

    The Factory

    SPONSORS:

    Braskem Labs

    Chivas

    Easynvest

    Eletropaulo

    FCA LATAM

    Ita Mulher Empreendedora

    Mercado Pago

    Natura

    Aes Tiet

    Braskem Labs

    Chivas

    Easynvest

    Eletropaulo

    FCA LATAM

    Ita Mulher Empreendedora

    Mercado Pago

    Natura

    Aes Tiet

    Braskem Labs

    Chivas

    Easynvest

    Eletropaulo

    FCA LATAM

    Ita Mulher Empreendedora

    Mercado Pago

    STARTUPS


    3 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

    Quero Cancelar minha assinatura, não sou advogado, fizeram por mim.
    Por favor cancelem continuar lendo

    Bom dia ! Graça e Paz , daquele do que era e do que ha de vir todo poderoso , seu nome conselheiro Deus forte pai da eternidade e Príncipe da paz. Que o amor de deus as doces e ricas consolações estejam conosco ate a consumação dos seculos e seculos , AMÉM . < 23/ 10 /1972 >. meu aniversario , e sempre comemoro meu aniversario no dia que entrei para a faculdade em 2014 , no primeiro semestre quando recebe minha primeira nota 10 , fiquei muito satisfeita , sou estudante tenho plena certeza disso , tenho dois cursos técnicos , sou academica técnica da academia samurai , sou formada em sustentabilidade , tenho curso de segurança pública , tenho curso de direito civil , e direito penal , direito tributário , direito constitucional , Introdução a psicologia judiciária ,Introdução ao direito do trabalho , Introdução a Ética profissional e estagiaria da superintendencia regional do Incra- df , distrito federal , brasilia . Sou estudante de direito , futura, BACHAREL DO DIREITO PÚBLICO. continuar lendo

    Bom dia. Todos os meses eu sou descontada por meio do meu cartão de crédito o valor referente a assinatura "PG*JUSBRASIL" e não estou tendo acesso as peças.

    Isto vem ocorrendo há 2 meses. Desta forma vou cancelar a assinatura. continuar lendo